Área do cliente

Dados como Ativos Valiosos: A Importância da Governança de Dados para Empresas de Todos os Portes

AnalyticsPrivacidade
O que e governanca de dados e sua importancia para empresas

A Governança de Dados se tornou um jargão comum entre os grandes players do mercado, Google, Amazon, Microsoft e muitos outros destacam a importância do controle dos dados em uma empresa. 

Muitas vezes não entendemos totalmente o que significa “governar dados”, muito menos como começar a fazer isso. Este artigo pretende iluminar alguns conceitos obscuros dessa tendência da área de Analytics e te ajudar a dar o primeiro passo para o compliance.  

Afinal, o que é a governança de dados? 

Governança de Dados é a implementação de políticas, métricas e padrões para gerenciar e garantir a qualidade, segurança, efetividade e eficiência de todos os dados da empresa, desde a sua aquisição até o seu posterior descarte. É a implementação do ciclo de vida dos dados, que vem se tornando cada dia mais valioso, tanto para empresas já estabelecidas quanto para novas no mercado. 

Dentre algumas das várias vantagens da governança de dados, podemos destacar:

  • Embasa decisões baseadas em dados, ou decisões data driven;  
  • Mantém a empresa competitiva, seguindo os padrões de qualidade da informação para clientes e stakeholders;
  • Cria insights de visualização de negócio, ajudando a otimizar custos
  • Horizontaliza a informação, aumentando a confiabilidade dos dados de funcionários, usuários e clientes finais;
  • Mantém a empresa em conformidade com as leis de proteção de dados, como  a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) e GDPR (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados), em termos de segurança, privacidade, e compliance. 

Quais os Pilares da Governança de dados? 

A Governança de Dados apresenta diferentes modos de implementação (ou frameworks). Vamos segmentá-la nos seguintes pilares, incluindo algumas perguntas norteadoras para reflexão: 

  1. Estratégia de dados
    Estabelecer uma visão clara dos objetivos da governança de dados. Por que eu preciso de uma estratégia de dados?
  2. Qualidade de dados
    Garantir que os dados são precisos, confiáveis, consistentes e adequados para os seus propósitos. Quais são os problemas que eu tenho com dados e como posso mitigá-los?
  3. Segurança de dados
    Proteger dados sensíveis e confidenciais de acesso, vazamento ou uso impróprio. Quais são os meus dados sensíveis?
  4. Uso de dados
    Definir e aplicar políticas e controles para acesso, compartilhamento e uso de dados dentro da organização. Quem usa meus dados e para quê?
  5. Medição de dados
    Definir indicadores-chave de desempenho (KPIs) e métricas para avaliar a eficácia e o sucesso dos esforços de governança de dados. Como posso medir quais estratégias estão funcionando?

Apesar de serem áreas separadas, perceba que todas elas se comunicam: não há como gerenciar a qualidade dos dados sem ter uma estratégia e sem definir o seu ciclo de vida. 

Igualmente, os ativos de dados devem ser corretamente tratados para serem usados e acessados em conformidade às políticas que a empresa definir. Por fim, os seus dados devem ser integrados e medidos pelos respectivos papéis e métricas para iterar e adequar as métricas de desempenho. 

Quais os benefícios do Data Governance? 

Mudanças em qualquer ambiente empresarial são complexas, demoradas e desgastantes. Porém, implementações de frameworks resultam, comprovadamente, em: 

  • Aumento do lucro e participação de mercado (market share);
  • Redução de riscos e custos incorridos por leis de privacidade, segurança de vazamentos e responsabilidade civil e regulatória;
  • Aumento da confiança nas informações providas pelas organizações;
  • Um sistemático aumento da percepção de como o fluxo de informação progride na empresa;
  • Aumento da eficiência de projetos de gerenciamento da empresa.

Como implementar a Governança de Dados na minha empresa?  

Com um pouco de pesquisa, percebe-se que existem inúmeras formas de implementar a governança de dados. Não existe um padrão exato para essa ação. Em geral, as empresas criam as suas próprias estratégias, adequadas ao negócio. 

Mas, afinal, como posso implementar a Governança de Dados na minha empresa?  

Como não é possível apresentar uma solução unificada para todo e qualquer caso de trabalho, podemos destacar algumas ações comuns: 

  1. Centralize os dados, o máximo possível
    Muitos setores em uma mesma empresa tendem a ter uma versão própria de determinadas informações ou arquivos, como planilhas ou inventários. Proponha sempre centralizar esses dados, para que todos sempre possam acessá-las do mesmo lugar e ter a versão mais atualizada. 
  2. Crie políticas de acesso de dados
    Dê apenas o acesso necessário a quem precisa do acesso, e nada mais. Reduzir o escopo de acesso diminui as chances do uso incorreto de dados, reduzindo as chances de vazamentos e perda de integridade das informações.
  3. Crie métricas para as suas políticas de dados
    Crie sistemas, estruturas e métodos que te ajudem a medir se as suas políticas estão sendo efetivas para embasar as suas decisões sobre mantê-las ou modificá-las.
  4. Mantenha-se a par da legislação vigente
    Seja no Brasil, quando regido pela LGPD, ou na Europa, regido pela GDPR, sempre esteja de olho na legislação para manter compliance com o seu gerenciamento de dados pessoais ou sensíveis.
  5.  Mapeie, classifique, catalogue, documente
    Informação é poder: agregue (ou crie) documentações e mapeamentos para entender como os seus dados fluem. De onde vem, para que servem, como podem ser usados, criando uma base de transparência em todos os processos.
  6. Estimule a colaboração
    Não implemente apenas as estruturas: demonstre por quê elas são importantes e como elas podem agregar à sua empresa. Engaje todos os envolvidos a entenderem como os seus dados funcionam, realizando treinamentos, motivando a alfabetização de dados (Data Literacy) e uma cultura colaborativa.

E você, está preparado para implementar a Governança de Dados na sua empresa?

Com dedicação, governar os seus dados agregará ao seu negócio maior valor de produto e diminuirá custos e riscos do processo. 

Pensando em implementar um projeto de governança de dados na sua empresa? Conte com a Rox Partner! 

A Rox Partner é uma consultoria especializada em projetos de Governança de Dados e Segurança, destacando-se por sua expertise em ajudar organizações a gerenciar e proteger a integridade e confidencialidade de suas informações de maneira eficaz. Nossos serviços abrangem desde a avaliação e mapeamento dos dados até a implementação de políticas e controles adequados, garantindo a conformidade com as normas e regulamentações vigentes, como a LGPD. 

Com a Rox Partner, você tem a garantia de que seu negócio está em boas mãos quando se trata de governança de dados e segurança. Entre em contato com a gente!

Até a próxima!