Área do cliente

Privacidade e Anonimato em Cidades Inteligentes

AnalyticsbusinessPrivacidade
Privacidade e Anonimato em Cidades Inteligentes

Com a crescente busca por otimização de recursos públicos e o advento das novas tecnologias as cidades tem implementado soluções inovadoras buscante melhorar o conforto e segurança de seus cidadãos, porém isso tem ocorrido sem que os devidos aspectos de privacidade e Anonimato dos cidadãos de São Paulo tenham sido devidamente discutidos, um dos pontos mais críticos atualmente é o compartilhamento público dos sistemas de câmeras de transito, transporte público e segurança da cidade. A atual mudança de paradigmas e a fome por dados, tem gerados soluções sem planejamento e diretriz sobre a privacidade dos cidadãos.

Assim o presente artigo visa debater e evidenciar os riscos e prejuízos que que a cidade está gerando com a implantação de soluções mal planejadas e sem o devido debate técnico e aprovação dos cidadãos.

 

Smart City, A Cidade Inteligente

Segundo artigo da revista IEEE Internet of Things Journal ( Volume: 1, Issue: 1, Feb. 2014 )  [1] o termo “Smart City” é um conceito que visa o melhor uso dos recursos públicos, aumentando a qualidade dos serviços oferecidos aos cidadãos, enquanto reduz os custos operacionais de administração pública. Neste mesmo artigo é importante ressaltar que a palavra “privacy” é citada apenas uma vez quando o texto se refere a monitaração de ruídos na cidade, levantando a hipótese de que o monitoramento de sons seria prejudicial a privacidade e deve-se discutir os casos de implementação:

[1] This service can hence improve both the quiet of the nights in the city and the confidence of public establishment owners, although the installation of sound detectors or environmental microphones is quite controversial, because of the obvious privacy concerns for this type of monitoring.

 

Conforme citação acima, temos que o conceito de cidades inteligentes visa a melhor prestação de serviços ao cidadão proporcionando bem estar e otimizando os recursos públicos através de soluções inteligentes. Dessa forma temos de tomar como base que qualquer implementação deste tipo tenha enraizados tais conceitos em primeiro lugar.

 

A Próxima Revolução

As revoluções do homem contemporâneo sempre estiverem ligadas aos processos produtivos, que por sua vez foram marcados pelas revoluções industriais. Estamos vivenciando a quarta revolução industrial, sendo que cada uma das revoluções anteriores marcaram e transformaram a sociedade direta ou indiretamente.

As revoluções industriais sempre estiveram ligadas ao domínio de novas tecnologias e a aplicação de tais tecnologias nas devidas cadeias produtivas. A primeira revolução industrial por assim dizer foi iniciada na Inglaterra no século 18 com a invenção de máquinas a vapor, o que possibilitou a mudança de serviços braçais que antes era realizados por animais e escravos. E assim se seguiu um constante desenvolvimento tecnológico. Temos ainda a relação entre a primeira e a segunda guerra mundial, possibilitadas graças a escala de produção e a segunda revolução industrial que por sua vez contava já no inicio do século 20 com a produção de itens como carros, televisores e afins que conhecemos hoje.

A terceira revolução industrial já conta com a integração entre as cadeias de produção e o desenvolvimento cientifico, também conhecida como revolução tecnocientífica. As empresas investiram muito em centros de pesquisas avançados para desenvolver novas tecnologias e produtos inovadores.

A quarta revolução também conhecida como “A industria 4.0” não se traduz apenas nas novas técnicas de automação industrial e integração da cadeia aos serviços de internet, a maior mudança de paradigma está atrelada ao fato de os dados serem a grande matéria-prima, e nesse caso os dados são gerados pelos próprios consumidores. Visto a crescente demanda por dados de diversas área que possam definir comportamentos dos clientes em potencial qualquer nova fonte de dados se torna alvo de industrias que anseiam determinar o comportamento de seus consumidores. Essa lógica vai de encontro com o artigo

[2] ( Communications (ICC), 2017 IEEE International Conference ) “Big Data challenges and opportunities in the hype of industry 4.0” e artigo [3] (Service innovation and smart analytics for Industry 4.0 and big data environment ).

 

A atual quarta revolução industrial como assim é chamada tem várias características uma delas está ligado a obtenção de dados para geração novos produtos e serviços. É um novo mundo totalmente orientado a dados e esses dados são materia prima bruta das novas organizações, de forma que nós em parte somos o insumo de tal produto. Dessa forma nossa privacidade está cada vez mais afetadas e requisitada como contrapartida para o consumo de bens e serviços.

 

Cidade de São Paulo

São Paulo é a cidade mais populosa das Américas, ficando a frente de cidades como [4]  Cidade do México  ( México ), Lima ( Peru ) e Nova York ( Estados Unidos ). São Paulo tem aproximadamente 21 milhões de habitantes,  [5] é a cidade com o 10° maior PIB do mundo, responsável por cerca de 11% do PIB Brasileiro que por sua vez é a 10 economia do mundo, ainda responsável por 28% de toda produção cientifica e desenvolvimento tecnológico do país.

 

Câmeras de Monitoramento

A CET ( Companhia de Engenharia de Trafego ) responsável pela gestão e planejamento do trafego de veículos da cidade de São Paulo, disponibiliza 37 câmeras online ao vivo, sendo possível assim obter as imagens de qualquer horário dos últimos 7 dias.

camera de transito de cidade inteligente

[6] – http://cameras.cetsp.com.br/View/Cam.aspx

Sendo assim temos que as imagens capturadas por toda a cidade através de câmeras de trânsito são de grande valor, e podem proporcionar informações cruciais para a abertura de novos negócios ou mesmo monitoramento continuo dos padrões de transporte e locomoção da população ou de indivíduos em especifico.

Além da metrópole também é possível obter acesso direto as câmeras das principais rodovias do Estado de São Paulo, através do site do DER concessionária que gerencia as principais rodovias do estado de São Paulo. O DER disponibiliza de um total de 238 câmeras:

Câmera do DER[9] – Imagem de um caminhão na rodovia SP 008 – km: 139,000 – Pedro Astenori Mariagliani (Capitão)

http://www.der.sp.gov.br/WebSite/Servicos/ServicosOnline/CamerasOnlineMapa.aspx

Um projeto em crescente implantação na cidade de São Paulo é o City Câmera

City Câmera

 

A concessionária ViaOeste responsável por algumas das principais rodovias do Estado de São Paulo, que cruzam a cidade de São Paulo também possuem imagens em tempo real e abertas sem controle de acesso através de seu site:

[12] – Serviço de câmeras online da concessionária ViaOeste

Como evidenciado acima, é possível ter acesso a diversas câmeras que cruzam a cidade de São Paulo ao vivo e sem nenhum cadastro ou controle sobre esses dados. A ideia de que o compartilhamento de dados públicos ainda se remete aos databases da prefeitura está equivocada, frente a capacidade de processamento de dados não estruturados que temos atualmente.

 

Visão Computacional

Visão Computacional e compreensão de imagens são subcategorias da inteligência artificial, que por sua vez é a capacidade de automatizar tarefas com computadores que antes somente eram realizadas por seres humanos.

Segundo estudo de caso realizado em

[13] Introdução à Visão Computacional usando OpenCV

, é possível reconhecer textos em imagens obscuras utilizando softwares livres tais como OpenCV para tratar e realizar o processo de OCR que consiste no reconhecimento de textos em imagens, no artigo é dado o exemplo da imagem a seguir:

 

[13] –  (Fig. 1): Veículo em imagem escura (esquerda). Após uma equalização de histograma, em nível de cinza, onde a placa do veículo pode ser lida (direita). Informação da placa e do veículo no retângulo.

 

O que pode ser feito

Com a quantidade de câmeras existentes na cidade de São Paulo é possível monitorar diversas atividades, desde de viagens, idas e vindas de rotineiros de trabalho e tudo isso sem programar nada, apenas com acessos aos sites aqui referenciados. Com os conhecimentos certos é possível escrever programas de visão computacional capazes de monitorar diariamente as câmeras da cidade de São Paulo com os endereços aqui referenciados automatizando as atividades de monitoramento.

 

Privacidade e Proteção de Dados

A privacidade dos cidadãos de São Paulo está expostas e esses dados tem grande valor industrial, gerando uma guerra de interesses, de um lado a população que deseja realizar suas atividades de forma sigilosa, com o mínimo Anonimato sem que haja identificação pessoal de seus carros ou corpos em trajeto. Sendo assim, concluo que a prefeitura de São Paulo precisa realizar a descaracterização dos objetos presentes nas imagens afim de garantir a privacidade do cidadãos.

 

Vença seus maiores desafios empresariais com uma combinação de nossas soluções em Inteligência Artificial e Privacidade e Proteção de Dados

 

Se aproprie do potencial dessa e outras bases de dados combinados com os serviços de inteligência da Rox para potencializar o seu negócio! A Rox é uma empresa especializada em soluções de dados com larga experiência em inteligência artificial atuando em diversos setores tais como setor financeiro, varejo, moda, entretenimento, logística, indústria, farmacêutica, telecomunicações, óleo e gás.

Entre em contato com a gente e descubra como as nossas soluções podem ajudar o seu negócio.